A dinâmica do Transporte Marítimo


O intercâmbio de mercadorias entre os países realizado na antiguidade já dependia do transporte marítimo, portanto, vemos que isso é uma prática milenar, e que até hoje é o modal mais utilizado para o transporte de cargas entre os países. Segundo os dados de 2010 do Plano Nacional de Logística de Transportes (PNLT), a exportação marítima é responsável por 13% do transporte de cargas em nosso país.


O transporte por via marítima é atualmente a principal forma de transporte utilizada no mundo, visto seu baixo custo e grande adaptabilidade de diferentes tipos de cargas. Estima-se que são movimentados cerca de 350 milhões de toneladas de mercadorias todos os anos, além de que comparados com os transportes aéreos, os navios gastam muito menos combustíveis e conseguem carregar entre 100 a 1.000 vezes mais cargas.


Cada vez mais o modal marítimo avança, e com a disponibilidade de embarcações maiores, com mais capacidade de carga e equipadas com instrumentos de navegação mais modernos. Porém, o Brasil comparado com outros países, ainda não atingiu seu potencial máximo, nosso país tem 7,4 mil km de costa onde estão distribuídos 34 terminais portuários, mas cerca de 65% do transporte de cargas ainda é feito pelo modal rodoviário.


Dentre esses fatores, podemos observar a teoria que os armadores têm buscado, ao longo do tempo, oferecer preços de frete menores e menor tempo de viagem entre um país e outro, com maior disponibilidade de viagens diretas e sem necessidade de transbordo, para tornar mais vantajoso o transporte marítimo às companhias.


No entanto, não é bem isso que tem acontecido, pois nos últimos anos pudemos observar uma grande inflação dos preços de fretes marítimos, uma vez que a crise econômica ocasionado pelo novo Coronavírus fez com que a disponibilidade de espaço nos navios fosse menor que a demanda por esse transporte, propiciando assim um aumento assustador dos valores de fretes.


Mas, também é importante lembrar que o Brasil tem utilizado outra alternativa importante de transporte marítimo, a Cabotagem. O transporte de cargas por cabotagem é realizado via marítima ou utilizando vias navegáveis interiores entre portos dentro do território nacional. Existe um projeto de lei do Ministério da Infraestrutura conhecido como “BR no Mar”, que visa estabelecer um programa que estimula e facilita o transporte por cabotagem no país, pois acredita que essa proposta poderia aumentar a competitividade e impulsionar o transporte marítimo no Brasil.


Luiz Gustavo Nery, Diretor Comercial no Grupo Rodonery

0 comentário