A oportunidade que o mercado farmacêutico oferece para as transportadoras



Como empreendedor gosto de sempre refletir sobre oportunidades para aprimorar meu negócio. Pensando justamente nisso e na ampliação no leque de serviços executados pela ABC Cargas, investimos em um novo ramo.


Nossa transportadora está há 24 anos no mercado, com sede em São Bernardo do Campo, possuindo filiais espalhadas pelo Brasil e pela América do Sul. Atuamos com maior foco no transporte e entrega de veículos pesados para dentro e fora do país.


Mas como gosto de dizer, foguete não tem ré, então, no dia 21 de outubro recebemos um licenciamento da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) que através do certificado AFE (Certificado de Autorização e funcionamento) e sua publicação no diário oficial da União, nos tornou aptos a transportar produtos farmacêuticos, cosméticos e de higiene pessoal.


Mas por que investir na entrega desse tipo de carga?


De acordo com a 5ª edição do Anuário Estatístico do Mercado Farmacêutico, produzido pela Secretaria-Executiva da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (SCMED), o Brasil gerou um faturamento de R$ 85,9 bilhões em 2019 através da venda de medicamentos. Atentos às possibilidades de novos negócios e clientes que esse mercado oferece, decidimos ingressar nesse ramo.


Porém, não basta apenas o certificado, é necessário também uma infraestrutura com recursos e a capacitação dos colaboradores para operarem esse produto sem que haja qualquer problema para a carga ou com eles mesmos.


De momento já começamos o investimento em carretas refrigeradas, além de outras tecnologias e treinamentos, buscando justamente uma estruturação para atuar com as demandas relacionadas a esse segmento, entregando um serviço com o padrão de qualidade ABC Cargas.


Danilo Guedes, Presidente do ABC Cargas

0 comentário