As tendências para o mundo empresarial em 2022

Atualizado: 18 de mar.


Da mesma forma como traçamos projetos e metas para todo o ano novo para nossa vida pessoal e profissional, no mundo empresarial não é diferente. Na TransJordano, estamos sempre acompanhando as mudanças e tendências e pensando em como podemos aplicá-las, trazendo para a nossa realidade.


Parece clichê falar isso após quase 2 anos, mas a pandemia do coronavírus implantou mudanças contínuas no mundo de uma forma geral, que ainda estão sendo sentidas e aperfeiçoadas no meio empresarial. Isso se traduz na inserção da tecnologia nas empresas, buscando aumentar o nível de produtividade, através da automatização de processos, agilidade nas entregas, na maior responsabilidade com os colaboradores, com um cuidado e trabalho mais próximo aos profissionais e também, com adaptações sustentáveis para a realização do serviço de maneira menos invasiva ao meio ambiente.


Muitas empresas, e aqui falo também das transportadoras, readaptaram suas equipes administrativas para modelos híbridos ou totalmente home office, e agora precisam encontrar maneiras de manter esses profissionais estimulados, presentes no dia a dia da organização e principalmente com uma boa saúde mental. Isso acaba exigindo das empresas novas estratégias de liderança remota, uma flexibilidade maior para manter o controle dos funcionários, e um novo olhar para encontrar soluções para os novos problemas que possam ser ocasionados graças a esse novo estilo de trabalho.


Essa na minha visão é a principal tendência trazida nesse momento em que vivemos, mas, como citei no início do artigo, não é a única. E a tecnologia tem se tornado cada vez mais uma obrigatoriedade para as empresas. Estar atento às tendências logísticas, é estar atento ao que o seu cliente quer e anseia de um relacionamento com a empresa. E com isso, é possível deixar seus processos em sintonia com as exigências do mercado, que estão dia após dia mais altas.


O foco em tecnologia e como as empresas estão utilizando os mecanismos para auxiliar os seus processos, é um caminho sem volta. Automatizar processos manuais é essencial para quem quer aprimorar as etapas logísticas e gestão de frotas.


Essa automação não quer dizer que é preciso demitir funcionários, diferente do que muitos pensam, mas sim permitir que os colaboradores estejam disponíveis para outras tarefas, talvez até mais importantes, como análise de dados, relacionamento com clientes e colaboradores e obviamente, controle e operação das máquinas.


Por último, mas não menos importante, acredito que a sustentabilidade surge como uma tendência e necessidade ainda maior a partir desse ano de 2022. Além das normas mais rígidas, os clientes estão se tornando mais exigentes e buscando empresas que tenham o selo de responsabilidade social e ambiental.


Ou seja, ter uma empresa com práticas sustentáveis não impacta positivamente “apenas” o meio ambiente e as futuras gerações, como também traz uma melhora na imagem, no relacionamento com o cliente e consequentemente no melhor faturamento de uma maneira geral.


Por fim, vejo que o cenário empresarial para 2022 será extremamente desafiador e necessitará de adaptações das empresas, no Brasil viveremos um ano de eleições que geralmente impactam nos negócios, mas sinto que as empresas que estão saindo dessa crise do coronavírus estão mais maduras, adaptáveis e preparadas para continuarem realizando seus serviços e apoiando o desenvolvimento da sociedade.


Joyce Bessa, diretora administrativa financeira da TransJordano

0 comentário