COMJOVEM e seu desenvolvimento para além do transporte de cargas


Como muitos de vocês já sabem, atuo diretamente na Comissão de Jovens Empresários da NTC&Logística, ocupando o cargo de vice-coordenadora nacional. A comissão, que atualmente possui mais de 20 núcleos e está em 9 estados brasileiros, vem desenvolvendo um excelente trabalho de desenvolvimento de empresários ao longo da sua trajetória e possui uma grande importância na minha vida pessoal e profissional.


Por isso, decidi trazer, a partir desse mês, uma série de artigos em parceria com integrantes da COMJOVEM, para falarmos sobre o impacto do núcleo em suas vidas e como o TRC tem sido beneficiado a partir desse trabalho desenvolvido em conjunto com a NTC&Logística.


Para iniciarmos essa série, convidei Valéria Melnik, coordenadora do núcleo da COMJOVEM de Curitiba para falarmos um pouco mais sobre o desenvolvimento da comissão não apenas para o TRC, mas também para a vida do empresário como um todo.


Valéria possui uma história interessante, depois de mais de 15 anos com dedicação exclusiva a carreira de gestora de Recursos Humanos, ela teve a oportunidade de assumir atividades na empresa da família há aproximadamente 3 anos. Segundo ela, essa entrada no TRC a proporcionou uma nova visão empresarial e a fez entender a importância do segmento na sua história de vida e do país como um todo.


Melnik conta que nessa transição, sentiu uma imediata necessidade de imersão no setor como um todo, para entender e se relacionar com mais empresários do segmento e, para ela, o papel da COMJOVEM nesse momento foi essencial. “As atividades da COMJOVEM proporcionam o acesso à informação de confiança, com especialistas no TRC, tanto para os iniciantes como veteranos. Não importa o quanto tempo você é COMJOVEM, sempre terá a oportunidade de atualização e troca ágil de conteúdo que fará a diferença no seu negócio”.

Comissões como a COMJOVEM, têm um papel fundamental no treinamento e qualificação da nova geração de líderes. Um empresário que não participa da nossa comissão do TRC, por exemplo, provavelmente terá mais dificuldades para enfrentar os desafios do mercado e estará mais sozinho, com um networking bem mais limitado.


Esse trabalho, também tem se estendido quando falamos da equidade de gênero dentro do transporte de cargas. Em nossa conversa, Valéria me passou outro ponto muito interessante. Segundo ela, nós mulheres já estamos ocupando nosso lugar. É o momento de assumirmos a nossa "cadeira" como protagonistas e não mais coadjuvante. “Os números estão evidentes para provar, as mulheres estão no mercado de trabalho, ativas e fazendo a diferença. Na COMJOVEM isso é muito claro, cada vez mais as mulheres estão à frente dos Núcleos regionais mostrando sua competência. Acredito que as diferenças entre os gêneros se completam e somente juntos faremos muito mais pelo setor”.


Quando falamos de vivência fora do TRC, a COMJOVEM também tem feito sua parte. Entendemos que para além dos negócios, existe desenvolvimento pessoal, mudança de direcionamento e principalmente, aproximação de pessoas que viram amigos e estendem a parceria para o lado pessoal.


Para finalizar, Valéria demonstrou sua visão com relação ao desenvolvimento humano na comissão. “Ser um COMJOVEM promove a mudança de mindset, a partir das trocas que possuímos nos núcleos e nos eventos, entendemos que a nova forma de negócio é pelo compartilhamento. A Coordenação estimula os negócios pela cooperação e a aprendizagem pela troca colaborativa. Para além do TRC estes conceitos ficam cravados e transformam muitos jovens. O sucesso é uma consequência para o integrante que aproveita o máximo as oportunidades de estar neste ambiente tão fértil”.


Joyce Bessa, Head de Gestão Estratégica, Finanças e Pessoas na Transjordano LTDA.

0 comentário