top of page

Como o cooperativismo tem auxiliado o crescimento do transporte rodoviário de cargas

Imagem da internet


Em 2004, um grupo de empresários do transporte teve a ideia de criar uma cooperativa de crédito que servisse ao segmento. Com a aprovação do Banco Central em 2006, começou o projeto da Transpocred (Cooperativa de Crédito dos Empresários e Empregados dos Transportes e Correios do Sul do Brasil). Desde então, atuamos para oferecer aos cooperados, ligados ao ramo e suas áreas relacionadas, serviços financeiros diferenciados que possibilitem um desenvolvimento sólido e sustentável da comunidade.


Como presidente da cooperativa, tenho muito orgulho de saber o quanto esse modelo de negócios tem ajudado no crescimento do setor. Por sermos uma instituição financeira do segmento do transporte, logística e correios, temos produtos e serviços exclusivos para esse público. Oferecemos opções de financiamentos para aquisição de caminhões e equipamentos com taxas altamente competitivas no mercado, além disso, proporcionamos facilidade na gestão e controle de empresas do segmento, com o produto Tag Plus Frota e o Cartão Plus Frota, com linhas que beneficiam a aquisição de veículos sustentáveis, entre outras soluções pensadas exclusivamente para os segmentos.


O modelo cooperativista como um todo preza muito pelo desenvolvimento sustentável das comunidades em que está inserido. Por fazer parte deste segmento do setor de transportes, vejo que esse desenvolvimento se estende também para todas as empresas que participam do ecossistema, o que é um compromisso diário da Transpocred. Quando nossa cooperativa cresce, todos os cooperados são impactados positivamente e crescem junto. Além de economizar com as taxas dos produtos e serviços, que no sistema Ailos chamamos de "Economia da Cooperação", proporcionamos educação, formação e informação para o segmento com ações da nossa plataforma "Progrid" e beneficiamos todas as comunidades e os que mais precisam com nossas ações sociais.


Eu acredito muito que uma das maiores grandiosidades do nosso modelo é que ele cresce nos momentos de dificuldade. Nós podemos auxiliar o cooperado nos momentos em que ele mais precisa. Na pandemia, por exemplo, no meio das dúvidas e incertezas, o Sistema Financeiro Nacional “fechou as torneiras”, tirando o acesso ao crédito. Na Transpocred, este foi o período em que mais crescemos a carteira de crédito e pudemos oferecer uma série de facilidades, como o adiamento em seis meses do vencimento de parcelas. E, reduzindo os custos para o cooperado, nós crescemos com ele.


O cooperativismo conhece muito a realidade dos segmentos em que atua. Confia, acredita e opera nos momentos em que eles mais precisam. Há um engajamento em prol do atendimento aos cooperados. Uma boa prova disso é o dado vindo do BNDES sobre o Finame, que é o financiamento da produção e aquisição de máquinas e equipamentos nacionais credenciados: o cooperativismo é responsável por 80% das linhas de repasse do programa.


Dessa forma, o cooperativismo tem auxiliado muito as economias locais e as comunidades em que se insere. No nosso ramo do transporte, o modelo consegue oferecer serviços especiais e que atendem às necessidades dos cooperados, sem contar que todo o dinheiro movimentado acaba voltando para eles e para suas localidades, criando renda e empregos. É com muito orgulho que auxiliamos o crescimento desse setor tão essencial para o Brasil e firmamos o acordo de sempre buscar novas soluções.


Roberta Caldas, Presidente da Transpocred – Cooperativa Ailos.

0 comentário

Comments


bottom of page