Competências Comportamentais: Liderança e Trabalho em Equipe

Atualizado: 1 de Set de 2020

Anteriormente, contei um pouco sobre a função e a importância das competências comportamentais. No segundo artigo da série, quero falar um pouco sobre liderança, trabalho em equipe, suas definições e principais influências no âmbito empresarial. Itens que contam e são essenciais em todos os aspectos da vida de um indivíduo. 

Para começar, quero contextualizar esses dois pontos. A começar pela liderança, que impacta tanto sua própria realidade quanto a realidade dos outros através do protagonismo e da execução. Pessoal e profissionalmente, liderança significa saber quem você é, o que quer e como traçar planos para atingir seus objetivos, exigindo uma grande dose de autoconhecimento e ferramentas que o ajudem a estruturar suas metas e sonhos. Ao se tornar um líder, você também ganha a capacidade de motivar a si mesmo, a chamada autoliderança, e também de ser um porta-voz dos seus objetivos e dos objetivos de uma equipe ou empresa. 

No trabalho em equipe, o foco agora é o coletivo. O trabalho em equipe possibilita a troca de conhecimento e agilidade no cumprimento de metas e objetivos da empresa, além de promover o engajamento dos colaboradores. Criar um ambiente colaborativo constrói equipes engajadas e comprometidas com o propósito, desenvolvendo sua alta performance e garantindo sucesso a companhia em vários aspectos. 

Com isso, quero evidenciar a importância desses dois aspectos para a nossa vida pessoal e profissional. Estar motivado e motivar, é além de uma grande competência comportamental, é um grande exercício de empatia, colaboração e humanidade.



Rafaela Cozar, Diretora de Gestão e Inovação da Roda Brasil Logística

0 comentário

© 2023 por Equipe de TI do IT.