Família e trabalho: é possível conciliar?


Tenho acompanhado nos últimos tempos o espaço que o trabalho ocupa em nossos cotidianos, o que me leva a questionar como podemos conciliar família e carreira. Posso dizer que o transporte rodoviário de cargas é o setor que nunca para, o que considero extremamente desafiador, uma vez que precisamos estar sempre preparados para qualquer eventualidade.


Vale ressaltar também que o tamanho das empresas influenciam na forma como a gestão deve ser feita e, consequentemente, na maneira como as relações familiares são impactadas. Embora muitos pensem o contrário, empresas pequenas demandam mais de seus donos. Quando as corporações começam a crescer, uma estrutura de atendimento é melhor desenhada, auxiliando nos problemas do dia a dia.


Por este motivo, tenho notado que estar à frente da empresa não é uma posição fácil por si só, ainda mais quando precisamos cuidar de nossas famílias. Buscando sobre o assunto na internet, encontrei uma pesquisa realizada pela PwC, apontando que 42% dos participantes em mais de 60 países se preocupam com o impacto que iniciar uma família pode gerar em suas caminhadas profissionais.


Acredito que este processo se torna mais fácil quando podemos contar com uma boa equipe, possibilitando que as ideias saiam do papel. Posso dizer que aqui na Ghelere Transportes temos muita sorte, afinal, contamos com uma equipe bem preparada e com autonomia para resolver qualquer adversidade.


Assim, venho observando a necessidade em encontrar formas de adequar nossas rotinas, para que possamos também proporcionar tempo de qualidade à família. Uma grande vantagem em ocupar minha posição dentro da empresa, por exemplo, é poder ter tempo livre durante o horário comercial para aproveitar momentos em família.


É inegável que quanto mais estamos dispostos a fazer algo, seja para nossa família ou empresa, mais frutos positivos são colhidos. Mas, é preciso entender que a vida é realmente um balanço, apenas temos que encontrar o equilíbrio. Por isso, gosto muito do ditado chinês “o melhor momento para plantar uma árvore foi há 20 anos, o segundo é agora”, afinal, não podemos pensar somente em curto prazo.


Este é o segredo das empresas familiares, o olhar voltado sempre para o futuro. A família é a base de sustentação, o aconchego e o equilíbrio da mente, por isso, é necessário caminhar sempre junto ao seu parceiro de vida e, em conjunto, entender quais são os momentos que devemos acelerar e quando é preciso descansar.


No fundo, venho acompanhando que a situação do empresário brasileiro sempre é delicada, independente do tamanho da empresa. Acordamos pensando no que precisa ser feito, no que poderia ser melhor e nas notícias que podem impactar o nosso negócio. A única certeza que temos é da mudança. Independente da situação temos sempre que manter o pilar fundamental que é o familiar e o que não podemos é nos acostumar a ficar parados.


Eduardo Ghelere, Diretor Executivo da Ghelere Transportes

0 comentário