Logística 4.0: os desdobramentos que otimizam um segmento


No artigo anterior, apresentei um panorama geral sobre os conceitos e desdobramentos do setor logístico. Nele, percebemos a importância desse setor nas estratégias e operações empresariais nos últimos tempos, trazendo uma melhora significativa nos serviços dentro e fora das organizações. 


Atualmente, temos um novo conceito de logística, baseada num modelo evolutivo da tradicional, e que tem como premissa básica a necessidade de investimento em tecnologia para aumento da eficiência e controle, chamada de Logística 4.0. 


Essa tendência surgiu a partir da Indústria 4.0, e se mostra como um fator essencial para que as empresas possam se tornar mais competitivas no mercado. Algumas soluções tecnológicas são essenciais para dinamizar e conectar máquinas, transportadoras e colaboradores. Entre elas, estão: 

  • Cloud computing; 

  • Big data; 

  • Internet das coisas (IoT); 

  • Inteligência artificial (AI); 

  • Digital Twin; 

  • Robotics;

  • Realidade Aumentada (AR);

  • Machine learning 

A partir da utilização destas ferramentas, que podem ser integradas aos processos convencionais, obtemos diversos benefícios como a redução de perdas e custos, análise de dados, foco estratégico de negócios, prazos de entrega menores, diminuição de erros e preços mais competitivos, atendendo sempre as necessidades dos clientes. 


Entretanto, apesar de tantos benefícios, os desafios são muitos. O principal deles, está relacionado a cultura organizacional, focando na alteração do modo como executam e monitoram seus processos. Além disso, outras questões devem ser implementadas na gestão como alta conectividade, informações precisas, centros de distribuições mais inteligentes, visão geral e foco na otimização. Assim, teremos uma gestão mais eficiente e uma logística mais ativa.


Marcos Teixeira, Diretor da Costa Teixeira Logistics

0 comentário

© 2023 por Equipe de TI do IT.