top of page

Movimentações e estratégias do Grupo MOVE3 para atender os grandes players do e-commerce


Desde o início da pandemia, o e-commerce teve um crescimento que nesse momento, já é reconhecido por todos. A modalidade que até aquele momento estava crescendo, mas em uma velocidade menos acelerada, foi impulsionada pelo fechamento do comércio e mesmo após a abertura da economia com o fim da pandemia se estabilizou e segue crescendo em um ritmo muito forte.


Os dados confirmam essa nossa visão, e segundo um estudo da SmartHint, o e-commerce brasileiro teve um aumento de faturamento de 785% nos cinco primeiros meses de 2022, além disso, um levantamento da Neotrust, apontou que o setor teve um crescimento de 12,6% no 1º trimestre de 2022, o que representou um faturamento de R$ 39,6 bilhões ao comércio digital.


Diante desse cenário, os grandes players do e-commerce mundial se estabilizaram no país. Empresas como Shopee, Shein, Amazon, Aliexpress e diversas outras, possuem hoje um poder muito forte de venda no país e nós, empresas de transporte e logística, precisamos aproveitar esse grande movimento e evoluir para atender essa demanda vinda do e-commerce.


Para falarmos mais sobre nossos movimentos internos para atender esses grandes players do comércio online, convidei Eder Gomes, nosso Superintendente de Rede, que atua a 3 anos conosco, e vem fazendo um ótimo trabalho para atingirmos nossas metas nas diferentes regiões do país.


O Grupo MOVE3 vem desde 2020 expandindo sua capacidade operacional para atender o e-commerce e desde lá, investimos em tecnologias de diferentes níveis, diversificamos nossos serviços e modalidades de entrega e nesse ano de 2022, realizamos fusões e aquisições importantes para crescermos nessa modalidade que já faz parte do presente e futuro da logística de entregas brasileira.


Atualmente, os pilares fundamentais para o sucesso no atendimento aos grandes players são a inovação tecnológica, capacidade operacional, qualidade e exclusividade no Last Mile. “Os clientes estão cada vez mais exigentes quanto às entregas: qualquer erro, atraso ou mal atendimento impacta diretamente na demanda direcionada. Por tanto, o papel de nossa malha é proporcionar uma experiência encantadora para o cliente final: ser cortês, respeitar os prazos acordados, garantir a integridade dos produtos e se colocar no lugar do consumidor tornou-se um papel não só das franquias, mas de todos os colaboradores do Grupo MOVE3, ou seja, a conscientização dos mesmos é fundamental dentro da companhia”, aponta Éder.


Visando impactar ainda mais nossos franqueados de maneira positiva, nós investimos, nesse ano, em um site exclusivo para as franquias, contendo indicadores de performance, SLA’s, pendências de entregas e uma plataforma de treinamentos focando na gestão, no comportamento e nos quesitos operacionais que fazem parte da nossa atuação. “Entendemos que a malha precisa estar pronta para esse momento especial que estamos vivendo e por isso, estamos motivados em fornecer tudo o que for necessário para termos um time vencedor”, acrescenta o nosso Superintendente.


Além disso, fazer as cargas chegarem nas áreas mais distantes é um grande desafio, e por isso, estamos de olho em aumentar cada vez mais nossa capacidade de cidades atendidas através das micro franquias.


“Áreas interiorizadas, não populosas e com volume com rota abaixo de 90 encomendas por dia, são áreas pouco atrativas para um franqueado já estabelecido, por isso nosso olhar para o pequeno empreendedor ou morador local. E para abastecer essas micro franquias, temos o setor de Rotas cuidando dia a dia desse processo: Utilização do modal correto, assertividade nos voos, Expresso ou próximo Voo, melhor prazo com preços competitivos, utilização do terrestre para prazos maiores. Todo cuidado é pouco e por esse motivo não medimos esforços para a carga chegar com tempo hábil para a entrega”, adiciona Éder.


E não vamos parar por aqui. Queremos elevar cada vez mais o nosso nível para um patamar de destaque no mercado e para 2023, nosso objetivo é, através de tecnologia, dobrar a nossa capacidade que, atualmente, é de 700 mil objetos por dia. Entendemos que já somos uma empresa tecnológica, inovadora, com planejamento, dimensionamento, controle, segurança e força na última milha. Agora, é seguir evoluindo, utilizando o que deu certo e trazer as tendências do mercado para que os próximos anos sejam ainda melhores do que os últimos que vivemos.



Guilherme Juliani, CEO da Flash Courier.

0 comentário

Comments


bottom of page