O papel da logística no transporte de cargas



Quem está no dia a dia do transporte rodoviário de cargas (TRC), sabe que a logística é uma das áreas fundamentais para o bom funcionamento de todas as outras atividades. Sem dúvidas, a logística é um dos processos que mais impactam a rotina das transportadoras e também de seus motoristas. Esse ramo representa um elo muito forte e importante entre a empresa de transporte e seus clientes, por isso, é imprescindível que tenhamos um olhar atento sobre ela.


Pesquisando um pouco sobre o assunto, me deparei com dados da Associação Brasileira de Logística (Aslog), que revelam uma movimentação de aproximadamente US$ 70 bilhões por ano, o que representa cerca de 20% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. Ainda segundo o estudo, desse total, o custo relativo ao transporte corresponde a maior parte, variando entre 4% e 25% do faturamento bruto das empresas, e em alguns casos, superando até mesmo o lucro operacional. Os gastos com logística para as transportadoras brasileiras chegam a 60%, de acordo com a pesquisa.


Desta forma, gosto de ressaltar que quem atua diariamente com fretes, precisa entender que há uma série de desafios que precisamos enfrentar, principalmente quando zelamos por atender bem os nossos clientes e manter o nosso padrão de entregar bem. Por isso, convidei hoje a Elizete Cadore, responsável por gerir a área de logística na Ghelere Transportes, para contribuir com sua experiência.


Conversando com a Elizete, um dos pontos que ela ressaltou é a magnitude do modal rodoviário no transporte de cargas. “Esse é o tipo de transporte mais utilizado em nosso país, promovendo a movimentação de cargas com rapidez e essencial para nossa economia”, conta. Exatamente por estes motivos apontados por ela que o TRC e a logística andam lado a lado, para continuarmos trabalhando com eficiência e agilidade.


Se fosse para resumir a área logística da Ghelere em um frase, Elizete conta que seria “o setor que movimenta a empresa com eficiência, qualidade e agilidade”. Afinal, podemos entender que a logística é a extensão do trabalho comercial realizado junto aos clientes, além de abarcar toda a materialização de todo investimento tecnológico e profissionalizante da empresa.


A área logística como um todo, e em especial seu líder, é responsável por gerir as demandas entre o comercial e os clientes, assim como gerenciar as demandas externas e internas com os motoristas, com a finalidade de manter sempre o nosso selo de bem entregue.


Venho falando há algum tempo da necessidade dos empresários do TRC apostarem em ferramentas tecnológicas. Em minha conversa com a Elizete, pude perceber que ela compartilha da mesma visão. Ambos concordamos que os principais diferenciais que a Ghelere tem adotado na área de logística é o nosso comprometimento feroz com horários, a agilidade nos processos, qualidade na prestação do serviço e, principalmente, o investimento em treinamentos para os colaboradores.


Tanto eu, quanto a Elizete e qualquer profissional atuante no segmento de transporte de cargas sabe que manter a empresa competitiva é um desafio, assim como encontrar e reter profissionais qualificados. E estes obstáculos se estendem para o setor logístico, o coração do transporte, demandando que busquemos sempre soluções para continuarmos ativos e atuando com eficiência.


Eduardo Ghelere, Diretor Executivo da Ghelere Transportes

0 comentário