Os 5 pilares para realizar uma operação de transporte com sucesso


Para entender como funciona a operação do transporte de cargas no Brasil precisamos compreender que o principal objetivo de uma gestão de logística de distribuição é disponibilizar a quantidade de mercadorias corretamente, no momento e no lugar certo.

Analisar as demandas dos clientes, observar as características do produto a serem transportados, agregar serviços como, por exemplo, a armazenagem, conhecer as regiões a serem atendidas, agir com decisões estratégicas por rotas e decidir entre frota própria, agregada ou até mesmo com as duas fazem parte da estruturação básica a ser realizada para uma operação de transporte com qualidade.


Entretanto, o processo de transporte e distribuição de carga é complexo e dividido em algumas etapas, que irei listá-las abaixo:


1 - Solicitar a coleta do material;

2 - Realizar a transferência para o armazém;

3 - Consolidar a carga;

4 - Emitir os principais documentos que são CTE, MDFE, CIOT, autorização de embarque e liberação para viagem de transferência até a filial;

5 - Descarga, separação de rotas, roteirização, carregamento para entrega e conclusão.

Seguir todos esses processos é importante, pois uma falha na contratação de um agregado ou erro de um operador no rastreamento, pode ocasionar uma grande perda financeira para a transportadora ou até o rompimento de contrato do seu cliente. Se manter em um mercado muito competitivo e desleal, onde empresas que não são idôneas atrapalham o trabalho sério é um dos maiores desafios a ser enfrentado nessa jornada.


Portanto, o diferencial de uma empresa para realizar uma operação de sucesso é não pensar que só o investimento em tecnologia vai fazer a diferença, mas que ela precisa investir também em pessoas com comprometimento, que trabalham em conjunto para que a empresa alcance o sucesso.


Geovani Serafim, Fundador Presidente da Serafim Transportes & Logística

0 comentário