Recomendação: Livro Chief Operating Officer


A leitura de livros é uma dica valiosa em todos os momentos da nossa vida profissional, mas em tempos de crise, ela pode representar uma diferença brutal, na medida em que as pessoas com mais flexibilidade e capacidade de se adaptar às mudanças terão um subsídio a mais para enfrentar momentos turbulentos e, certamente, sairão na frente.

E nossa leitura sempre deve ser diversificada, entre temáticas que são diretamente ligadas ao nosso trabalho e temáticas livres, opostas e até excêntricas, esquisitas e etc. Justamente para permitir ao leitor ter contato com linguagem e conteúdos diversos, aguçando sua capacidade criativa.

Estes dias conclui a leitura de um livro cuja dica eu ouvi em um podcast da Fundação Dom Cabral e gostei bastante. Ele tem uma linguagem profissional, voltada para alta liderança executiva e é em inglês, o que ajuda muito a nos mantermos sempre em contato com a língua, já que nem sempre ela está presente no nosso dia a dia e devemos treiná-la com frequência. 


E para minha grata surpresa, o contexto tem muito a ver com o atual cargo que ocupo atualmente, uma vez que o COO – Chief Operating Officer ou o “Diretor de Operações”, nada mais representa do que, dentro do meu contexto profissional, a minha função de Presidente Executiva do SETCESP, já que minha tarefa é executar as estratégias definidas pelo "CEO" da entidade, que no meu caso, é o Presidente do Conselho Superior e de Administração do SETCESP, o empresário Tayguara Helou. O CEO decide o rumo dos negócios e quais serão os objetivos de longo prazo, ao passo que o COO executa tais objetivos e é responsável por todas as tarefas diárias da organização. O COO seria, portanto, o hands-on do CEO.

O livro descreve as qualificações, os caminhos, os relacionamentos e as atribuições de um COO, dando dicas valiosas e super atuais de como o mesmo deve liderar uma organização e conduzi-la ao sucesso.

No final, ainda conta um case de sucesso, a trajetória de Sundar Pichai, atual CEO da Google. Adorei.

Super indico o livro, vale a pena a leitura, é rápido, de fácil entendimento e de quebra, nos deixa craques no inglês executivo.

Ana Jarrouge, Presidente Executiva da SETCESP

0 comentário