Se sem metas não realizamos, então como devemos traçá-las?


Todos nós queremos realizar nossos sonhos. No início de cada ano, pensamos em projetos, assuntos pessoais, viagens e até mesmo, naquele objetivo adormecido, bem lá do fundo do coração. Mas, pouco nos empenhamos quando se trata de todos eles de fato. Queremos a realização sem a ação e o planejamento. E é aí que o perigo mora.

Aprender a traçar metas deve ser uma preocupação constante, pois somos naturalmente guiados por objetivos, caminhos a serem alcançados. Para obtermos este êxito, precisamos entender que o primeiro passo vem de compreender o seu ponto de chegada.

Na prática, existem inúmeros canais e meios de organizar as informações, por meio da imersão, da ideação, do brainstorm, triagem e testes. Entretanto, precisamos nos perguntar: qual a necessidade disso em minha vida? Desejo de fato traçar essas metas?

Ninguém realiza nada sem saber o que quer. Por mais importantes que sejam as tarefas, todas têm uma coisa em comum: são ações que nos movem para frente e nos levam a uma posição ideal. Os objetivos variam, mas em todos os casos eles significam coisas que queremos ou precisamos fazer.

Então, vamos organizar e realizar hoje?

Rafaela Cozar, Head Gestão & Inovação na Roda Brasil Logística

0 comentário