Crescimento para Flash Courier em 2021: O que esperamos


O ano de 2020 foi de transformação para o consumo brasileiro. Muito por conta das restrições causadas pela pandemia, o comércio eletrônico teve seu maior crescimento em 20 anos no Brasil. Essa é uma tendência que temos percebido na Flash Courier, que já acontecia antes da pandemia, mas foi acelerado por ela. O e-commerce é hoje um dos principais meios de compra os brasileiros e segundo um relatório da XP investimentos, a modalidade deve crescer mais 32% em 2021.


Assim, entendendo e também acreditando nessa alta demanda, a Flash Courier aprimorou seus processos, criou soluções para o e-commerce, e conseguiu se destacar nesses quesitos, mesmo em um ano considerado perdido por conta da pandemia. Mas não queremos parar por aqui, sentimos que temos um grande espaço de crescimento no cenário do e-commerce e no geral, e acreditamos que os investimentos que estamos fazendo, terão um ótimo retorno em um futuro não tão distante.


O maior desses investimentos, acredito que muitos de vocês devem saber, é o nosso projeto tecnológico, adquirido em 2020, que consiste em 220 AGVs (veículos guiados automatizados), além de três esteiras, sendo uma delas cross belt, que combinada com os AGVs terão mais de 800 saídas, capacidade oito vezes maior que o equipamento em uso atualmente. Essa profunda inovação e automação logística da empresa, quase triplicará nossa capacidade de roteirização por hora, além disso, o nosso cross docking terá a capacidade de receber e despachar as encomendas dos nossos clientes em um prazo máximo de 2 horas. Ou seja, a carga que chega no final do dia terá suas primeiras tentativas de entrega no dia seguinte.


Essa tecnologia será inédita no mercado brasileiro e nos colocará ao lado de empresas globais como Amazon, FedEx, DHL, SF Express e CaiNiao, que utilizam esse mesmo sistema e são responsáveis pelo e-commerce nos EUA e China.


A Flash Courier como um todo, nunca soube pensar pequeno. Então, quando fomos procurar os novos equipamentos de roteirização, achamos uma maneira de visitar os maiores players do mundo. Fomos nas operações do Aliexpress, SF Express, DPD, entre outras. Lá encontramos fornecedores acostumados a lidar com movimentações gigantescas. Quando selecionamos as empresas de tecnologia que estão por trás das operações do Aliexpress sabíamos que o jogo iria mudar, tanto no nosso custo, quanto no resultado.


Agora, o que percebo é que o resultado de imagem começa a vir muito antes, até mesmo que o resultado operacional, e isso tem sido espetacular para toda nossa operação.

Em 2021, planejamos um crescimento de 50%, e queremos levar essa expansão também para a Europa, já que no ano passado, através da Moove+, entramos em Portugal e surpreendentemente, nossa operação teve um resultado mais rápido do que tínhamos imaginado. Graças ao grande trabalho dos profissionais que temos lá e principalmente do CEO da Moove+, Marcelo Sicsu, conseguimos criar uma operação do zero na cidade de Porto, já expandimos para Lisboa e diversas outras cidades e alteramos nossa meta, que antes era somente dobrar o volume no trimestre e agora passou para avançar a Moove+ para a Espanha e outros mercados do velho continente.


Por fim, o que esperamos desse crescimento é que a Flash Courier consiga se manter como um dos grandes players do mercado de entregas. Acreditamos e queremos que nossos serviços estejam cada vez mais alinhados com tecnologias que melhorem nossos processos, e é exatamente isso que continuamos buscando com os investimentos que irão impactar a empresa em 2021.


Guilherme Juliani, CEO da Flash Courier

0 comentário

© 2023 por Equipe de TI do IT.